20 maio, 2010

Viagens de Abraão






Excluir o itinerário percorrido pelo herói da fé, Abraão, no estudo da Geografia Bíblica no que tange aos principais deslocamentos do Antigo Testamento seria uma falha injustificável. Portanto, vamos descobrir um pouco mais das terras percorridas por este valente do Senhor.

Abraão tinha 75 anos de idade quando recebeu o chamado do Senhor em Ur dos Caldeus (Gn 12.1). O Chamado de Abraão se deu em Ur e não em Harã como sugerem alguns, percebam que Deus fala em Gn 12.1: “Sai da tua terra...”, Harã, por um acaso era a terra natal de Abraão? Não. Pra corroborar com esta referência vejamos o que diz o texto do capítulo 15 e versículo 7 de Gênesis, que diz: “... Eu sou o Senhor que te tirei de (Harã? Não) de Ur dos Caldeus...”.

Ur dos Caldeus era um centro industrial, agrícola e comercial daquela época, além de ser uma importante cidade portuária, visto que, recentes descobertas arqueológicas indicam que o Golfo ia até Ur. Hoje é chamada de Tel El-Muqayyar. O guerreiro da fé perseverou abnegando todo o progresso em que desfrutava em sua terra natal para que pudésse estar realizando os propósitos do Senhor.

Vejamos algumas das localidades percorridas por Abraão ao longo dos seus 175 anos de vida dos quais 100 anos sob a orientação do Senhor:

Ur dos Caldeus (Gn 11.31)
Harã (Gn 12.4)
Siquém (Gn 12.6)
Betel (Gn 12.8)
Entre Ai e Betel (Gn 12.8)
Deserto do Neguev (Gn 12.9)
Egito (Gn 12.10)
Deserto do Neguev / Berseba (Gn 13.1)
Betel (Gn 13.3)
Entre Ai e Betel (Gn 13.3)
Hebrom – Carvalhais de Manre (Gn 13.18)
Gerar (Gn 20.1)
Berseba (Gn 20.21,31-33)
Quiriate-Arba – Hebrom (Gn 23.1)

Com os recursos que dispomos hoje em alguns sites especializados em mapas podemos chegar a uma estimativa de que Abraão teria percorrido cerca de 2.400 km em suas viagens.

21 comentários:

Josiel Dias disse...

Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

“Mensagem Edificante para Alma”
http://josiel-dias.blogspot.com/


Josiel Dias
Cons. Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

Josiel Dias disse...

Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

“Mensagem Edificante para Alma”
http://josiel-dias.blogspot.com/


Josiel Dias
Cons. Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

Carlos Paes disse...

acabei de conhecer o site estou em busca de mapas antigos afim de conhecer o inicio de tudo (personagens, cidades, reinos entre outras coisas).
escrevo pois lendo este texto tenho que discordar com o escritos que diz que abrão foi chamado em ur de caldeus a biblia é bem clara em relação a isso quando no cap. 12versiculo 4 diz "Assim partiu Abrão como o SENHOR lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã." os versos que o escritor faz referencia é claro que para chegar a canaã ele teve que sair de ur de caldeus porem o chamado como é foco do texto foi feito em harã como a biblia diz.

um abraço

ivani lemos disse...

Ola a paz do Senhor. estava a proucura de alguns mapas e me deparei com esse site, interessante essa discurssão de onde foi o chamao de AbraÃo, concordo com o irmão Carlos Paes, não somente pelo motivo do texto relatar que ele saiu de harã, mas vamos proucurar estudar um pouquinho,Deus manda que Abraão sai da casa de teu pai, no cap.11v31 a palavra nos diz que o pai de Abraão pegou O própio Abraão, sua esposa Sara,Ló seu sobrinho, e saiu da terra de Ur dos Caldeus para ir até Canaã e foram até Harã, então se Deus chamou Abraão para sair da casa de pai como que ele saiu de Ur, sendo que de Ur ele saiu com o seu PAI??!! A paz do Senhor que DEus nos Abençoe.

Eber Ventura disse...

Prezado Carlos,

discordar é bom para amadurecermos nossas idéias.

Como o próprio texto que o irmão cita, a palavra diz: "... como o Senhor lhe tinha dito...". Pergunto: onde o Senhor lhe teria dito a onde? A resposta está em Gn 15.7. Em Harã Deus apenas confirmou o seu chamado. A chamada de Abrão foi em sua terra natal: Ur dos Caldeus. E não em Harã.

sds em Cristo,
Eber

Eber Ventura disse...

Paz gloriosa Ivani,

primeiro gostaria de agradecer pela visita ao nosso blog e desejar que retorne mais vezes a este espaço.

Em segundo lugar, todos nós precisamos nos aprofundarmos em conhecer as escrituras, o aluno da Bíblia nunca pode dizer que sabe tudo ele sempre estará em constante aprendizado.

Mas um pouquinho que aprendi na minha licenciatura e no meu bacharelado em Teologia me capacitam a poder desenvolver uma ideia sobre o assunto.

Assim como respondi ao amado irmão Carlos, acredito que servirá também como complemento da nossa postagem. Nem sempre a sequência dos versículos (como é o caso) está em ordem cronológica e, portanto, pode ocasionar em erros de interpretação.

Lembro, discordar sobre um tema e debatê-lo é sempre saudável mas devemos ter o cuidado com as palavras, pois elas podem ao invés de acrescentar, destruir nosso diálogo.

sds em Cristo,
Eber

Eber Ventura disse...

Complementando a minha resposta. Esqueci de mencionar uma referência muito importante citada no discurso de Estevão, mártir da igreja primitiva, para devidas conclusões segue: At 7.2-4.

Anónimo disse...

com licença não pude deixar de observar, mas o irmão carlos tem razão como você diz em Gn 15,7 diz "E o Senhor lhe disse, eu sou quem te tirou da terra de ur dos caldeus"
mas nãio diz que o chamado foi la.
Se você ler o capitulo 12 de Gn vc vai ver que o chamado dele foi em harã depois que o seu irmão morreu por motivos de luto saiu seu pai e o levou para harã onde Deus o prometeu canaã.

Eber Ventura disse...

Irmão Anônimo, leia Atos 7.2-4.

Rosany disse...

Bom dia Eber!!!
Muito bom seu estudo, muito mesmo!!
Mas ainda to confusa, pode me ajudar?!
Abrão recebeu a promessa de Deus, em Ur dos Caldeus antes de seu pai Tera levar-los para Harã, certo?!
Mas mesmo assim ele foi com os seus parentes até Harã, e de lá, depois da morte de seu Pai, é que ele começou a seguir a promessa de Deus Gen. 12:4 ???!!! É isso mesmo?? Obrigada Deus abençoe!!

gilson paulo Paulo disse...

A Paz, abençoado. Muito bom texto. Porém somente uma ressalva: Abraão sai de Harã, depois que Terá morreu, aos 75 anos. Levando em conta que Deus se revelou a ele ainda em Ur conforme o relato de Estevão, podemos afirmar que sua chamada foi antes de completar 75 anos. Quando? Não sabemos. Porém, Gênesis 12 é somente uma descrição de Moisés sobre a manifestação de Deus ao patriarca. O versículo 12.1 diz: "O Senhor disse a Abrão" e não "Se manifestou a Abrão", pois, tal fato acontecera estando Abrão ainda na Mesopotâmia. Outrossim, Abraão não fora o primogênito de Terá, como aparentemente sugere Gn 11.27. Isto se explica em função de duas questões: Terá morreu aos 205 anos quando Abrão tinha 75 anos. Isto nos conduz afirmarmos que o patriarca nascera quando Terá tinha 130 anos. Abrão encabeça a listagem dos filhos mais pela sua importância do que pela primogenitura.

Luiz disse...

Olá

bom dia

Em Gênesis 14 fala que Abrãao se encontrou com Melquisedeque. Sendo Melquisedeque Rei de Salém seria possível ele ter caminhado para ir ao encontro de Abrãao? Daria para ir caminhando de onde Melquisedeque estava até ao encontro de Abrãao? Sálem era Jerusálem?

Um abraço

Luiz

Jose Alves Braga Braga disse...

Prezado (a), a chamada de Abraão deu-se quando ele tava com 60 anos!jamais com 75 anos. O texto de Gêneses 11.26/32 diz: Terá tava com 70 Anos quando nasceu Abraão, e viveu Terá 205 anos. Tal que Abrão viveu 175 Anos - Geneses 25. 7 e, 75 anos foi quando ele tava saindo de Harã, e posterior gerou Ismael com 86 anos -Gn 16.16, depois foi pai de Isaque filho da promessa com 100 Anos - Gn 17.17 e 21.5. Então, 205 -70= 135 pai de Abrão Terá -Gn 11.26 tal que 135-75 =60 anos idade de Abrão,foi chamado em Ur terra de Idolatria Josué 24.2, Atos 7.1/4., isso implica dizer Abraão com paciência fortaleceu sua fé dando gloria Deus 40 anos ate nascer o Isaque o filho da promessa -Confira Romanos 4.20 Hebreus 11.9.

Gr Santos disse...

A bíblia diz que Tera viveu 70 anos e gerou Abrão,Naor e Harã(gn.11;26).Sabemos que ninguém tem 3 filhos em um ano,a não ser se eles forem trigêmios,o que eu acho improvável,o que bíblia diz é que nesse período de 70 anos de Tera,ele teve esses 3 filhos.Abrão,Naor e Harã.Ora,vamos considerar que Abrão tenha sido o último filho de Tera.então Tera tem 70 anos.Quando Abrão foi chamado em Harã,Abrão estava com 75 anos,então Tera ja estva com 145 anos(70 de Tera+75 que Abrão existia),logo Tera tem 145 anos quando abrão foi chamado.A diferença de idade entre abrão e seu pai é de 70 anos.Quando Ismael e Isaque nasceram Abraão tinha 100 anos e Tera tinha 170,pois Tera morreu com 205 anos(gn.11;32).E Abraão tinha 135 anos,quando seu pai morreu.O que entendemos que Tera até soube que Abrão teve 2 filhos.Ismael e Isaque,pois quando eles nasceram Tera tinha 170 anos e Abraão tinha 100 anos,ele soube da história de Abraão.Abraão morreu com 175 anos.Gn.25;7.

Anónimo disse...

At 7:2 Estêvão respondeu: Irmãos e pais, ouvi. O Deus da glória apareceu a nosso pai Abraão, estando ele na Mesopotâmia, antes de habitar em Harã, esse versículo e para caro coloca que alega que Deus não apareceu para Abraão em Ur dos Caudeus

Pr. Edvaldo Justino. disse...

A paz a todos!Só quero fazer uma observação,que tem que levar em conta a referência do capítulo 11,Abraão foi chamado diretamente por Deus a partir do Cp 12 quando seu pai fixou residencia ali em Harã,e Abraão era o mais velho dos três,o primeiro a nascer foi Abraão,mesmo se fossem trigêmios ,1º a Genealogia observava critério rígido,segundo uma das razões para que
(o Samaritano)Estevão fosse apedrejado foi na sua homília discorrer usando possivelmente uma fonte que não a referência escrita por Moisés,2º Lucas escreveu como ele mesmo diz depois de informar-se com exceção dos escritos referentes ão livro de Atos
onde acompanhou Paulo.

Pr. Edvaldo Justino. disse...

A paz a todos,mais uma observação o pai de Abraão estava bem vivo quando Deus o chamou e ele obedeceu o Chamado direto de Deus,145 anos.

Luis Fernando disse...

Boa noite irmaos. Quanto ao chamado de Deus a Abraão, nao ha duvidas que foi em Ur. Abraao tinha uma vida muito prospera la, nao havia problemas. Ur era uma cidade moderna com edificaçoes luxuosas e abraao tinha uma vida tranquila lá. Sua saida repentina nao pode ser colocada pelo costume nomade na epoca pois ele estava instalado la. Foi puramente pelo chamado de Deus com a promessa. Temos varias referencias inclusive em atos 7; 2 conforme ja mencionado aqui.Deus tinha uma promessa para Abraao. Ele vivia em uma terra idolatra, alguns concordam que ate o pai Terá era idolatra conforme visto em josue 24;2. Outro ponto era idade de abraao com 75 anos. Uma pessoa nessa idade e ja com a vida estabilizada nao iria se arriscar a partir se nao houvesse um forte chamado de Deus. Mesmo que 75 anos nao fosse tao velho como e para nos hoje, mas ja nao era tao jovem. Quando ele saiu de harã ja era confirmaçao do chamado, pois com a morte de terá era natural Abraao querer permanecer ali.Percebe que o roteiro de viagem de abraao segue a mesma linha do exodo, ou seja, Deus permite que haja o deserto no amadurecimento. Ele da volta ate chegar definitivamente a Canaã, assim como no êxodo. Deus faz isso ainda hoje conosco. Que Nosso Senhor possa abençoa-los

Luis fernando
Bacharel em teologia
Mestre em arqueologia biblica

jose disse...

A paz do Nosso Senhor Jesus Cristo
Gostaria de deixar meu entendimento e para isto,serei bem sucinto para não enfada-los
Abraão não poderia pedir,ordenar ou simplesmente sair com seu pai de Ur dos caldeus que na época era a mais rica,importante e maior cidade da mesopotâmia,Abraão(Abraão não conhecia a Deus e não tinha referências de Deus)fazia parte dos sumérios,por tanto era de uma sociedade patriarcal,Terá por sua vez não sairia por ser muito rico,adorador e fazia sacrifícios á marduk(merodaque)deus babilônio,mas Deus quando tem um propósito com alguém cria situações se for necessário para que o propósito Dele cumpra-se(da mesma forma que criou situações para levar josé e posteriormente levar jacó e os irmãos de josé para o Égito e assim começar a cumprir-se a promessa dos 400 anos),após a morte de Arã seu filho,Terá tomou Abrão,seu sobrinho Ló e a esposa de Abrão,Sarai,para IR á Canaã,e vieram até harã e habitaram alí(Gn 11.31)"Deus os levou até á metade do caminho".Vamos por partes:1ºo chamado e as primeiras promessas foram em Harã(Gn 12,1-4)SAI DA TUA CASA E DA TUA PARENTELA,ou seja,seria natural após a morte do pai Abrão voltar á sua terra natal pois havia terra de sua familia e seu irmão Naor ainda estava lá,SAI DA CASA DE TEU PAI(Terá estava em Harã),ou seja,abandona e deixa para trás tudo que viste,aprendeste e ouviste de teu pai e do seu povo e vai para a terra que Eu te mostrarei,
2ºAbraão não estava mais em Ur dos caldeus,mas Deus disse que foi Ele havia TIRADO Abrão de Ur dos caldeus(Gn 15.7),após a morte de Arã Deus criou a situação colocando no coração de Terá o desejo de sair de Ur dos caldeus e ir para canaã.
QUANTO A ESTEVÃO,ele era judeu e estava sendo inquirido por judeus farizeus,para entendermos temos que fazer uma "visita" ao talmud que é um dos livros sagrados dos judeus, um registro das discussões rabínicas que pertencem à lei, ética, costumes e história do judaísmo. É um texto central para o judaísmo rabínico.
Existe um midrash de Abraão e Terá no talmud,e nele a história que consta de Abraão é fantasiosa e diferente da que está na biblia em Genesis.Contam que Abraão após testar os idolos que seu pai tinha em casa ver que nenhum deles podia comer,beber... rebelou-se contra seu pai Terá e contra seus idolos e quebrou os idolos com machadinhas,seu pai revoltado levou-o e o apresentou á nimrod que após ouvir de Terá o que Abraão havia feito aos idolos o sentenciou a morte na fornalha acesa,e após jogar Abraão este saiu sem se queimar e triunfante de dentro da fornalha,Terá ao ver isto ficou turbado e logo disse á nimrod que havia se enganado e acusou seu outro filho,resumindo o que está escrito no talmud,após ser libertado por nimrod,Abrão tomou seu pai,sua esposa e fugiram para Harã,ficando lá até a morte de seu pai Terá.ESTEVÃO NÃO MENTIU,mas como era judeu e estava sendo inquirido por judeus farizeus,contou apenas o que conveniente adequando ao talmud para não contender se fez sabio para com os "sabios" e assim fazer sua defesa.NÃO EXISTEM CONTRADIÇÕES NA BIBLIA,temos que buscar conhecer a história e seu contexto para entendermos.A paz

jose disse...

desculpe-me ter enviado outro,o problema que que no primeiro havia um erro de português na palavra "habitaram" e digitei "abitaram" visualizado por mim posteriormente,

Francisco Neres disse...

Muito útil esta informação. Mostra o grau de dificuldade que Abrão passou para que alcançasse a benção do Senho. Bem fundamentado.