01 outubro, 2007

Maravilhas do Mundo Bíblico IV

11) Khorsabad

A poucos quilômetros ao Norte de Nínive, com as montanhas do Curdistão ao fundo, Sargão II ergueu no final de seu reinado como capital imperial de sua a residência de Dur Sharrukin (Fortaleza de Sargão), hoje Khorsabad, que ocupava uma extensão de 1.760 x 1.685 metros, cercada por uma potente muralha e sete portas de entrada. Em seu setor norte edificou uma cidadela sobre a que levantou seu palácio real, junto a um templo de Nabu e outro dedicado aos diferentes deuses. O reino de Israel foi conquistada no primeiro ano do reinado de Sargão II, cerca de 27.000 israelitas foram deportados (II Rs 17.6, 24-30; 18.11).

O palácio real se elevava sobre uma plataforma de entre 14 e 18 metros e continha um Zigurate e um grandioso templo com seis santuários, além de um completo conjunto de pátios, salões e armazéns.

Fonte: http://www.artehistoria.jcyl.es/histesp/obras/17593.htm


11) Roma

Cidade das mais antigas da península itálica, edificada sobre sete colinas, na margem esquerda do Rio Tibre, a 24 km da desembocadura deste no Mar Tirreno, na costa ocidental da Península. A data de sua fundação é 753 a.C. Famosa por te sido a capital política e cultural do mundo por vários séculos. Ao tempo do apóstolo Paulo, a "cidade eterna" como é chamada, já possuia mais de um milhão de habitantes. Paulo esteve preso em Roma durante dois anos e dali escreveu quatro epístolas: aos Efésios, aos Filipenses, aos Colossenses e a Filemom.
A história da fundação de Roma baseia-se na lenda em que duas crianças, Rômulo e Remo, tendo sidas abandonadas em uma floresta são amamentados por uma loba e milagrosamente conseguem sobreviver, estas crianças crescem e então fundam a cidade de Roma.

O Coliseu, também conhecido como Anfiteatro Flaviano, deve seu nome à expressão do latim Coliseum, devido ao colosso de Nero, que ficava perto a edifícação.

Sua construção tem início por ordem do imperador Vespasiano, no ano 70 da nossa Era, e somente é finalizada pelo seu filho, Domiciano. Porém o edifício é inaugurado oficialmente por Tito, em 80, embora as obras seriam findadas poucos anos depois.
Localizado no centro de Roma, é uma exceção de entre os anfiteatros pelo seu volume e relevo arquitetônico. Originalmente capaz de albergar perto de 50.000 pessoas e com 48 metros de altura, era usado para variados espetáculos.

2 comentários:

Faculdade Teológica disse...

Naum gosto de Roma rsrs
!!!!
Abs!
Faculdade Teológica

Faculdade de Teologia disse...

Que Deus continue te usa
ndo cada vez mais parabens pelas suas postagens!!!!
Abs!
Faculdade Teológica